Agora no estado de São Paulo

 Voltar  Página Inicial Reflexões
Projetos Ferramentas Como é feito... Outros Sites
Como Comprar Informática Comentários Quem Sou...
Catálogo de Miniaturas Avaliação do Cliente Perguntas Frequentes Contato

Fazendo miniatura de caminhão para trazer uma carga de boas recordações!

           English  

Contato Como comprar

Castelo Medieval - Construção de um Modelo Miniatura

Primeira miniatura de Castelo Medieval que eu estou construindo. É um exercício de aprendizado da história Medieval e do que esses fantásticos monumentos representaram.

Miniatura do caminhão Scania L75 de metal

Catálogo de Miniaturas de chapa de metal estampada

Mini Linha de Montagem - Scania Projeto B

Miniatura da Motoniveladora Caterpillar 120B

Miniaturas de caminhão Scania

Revista Scania Experience da Austrália

Oficina Aberta - Um Pouco de História

Leão Miniatura - Um Pequeno Exercício de Escultura

 

PALAVRAS-CHAVE: Castelo, Medieval, Idade Média, Muro, Muralha, Tijolo, Torre de menagem,  Castelo Medieval, Massa Plástica Automotiva, Miniatura, Modelo, Protótipo, Molde.

 

Os castelos medievais que vemos na internet e nos filmes são tão misteriosos e fascinantes, que nossa imaginação, às vezes, nos leva a um tempo de cavaleiros e reis em algum reino que já se passou há muito tempo. Existem muitas histórias surpreendentes sobre eles. Frequentemente, tinham uma estrutura muito rústica e um tamanho imponente. Faz com que se pense sobre o quanto foi difícil de serem construídos e mantidos; sobre quantos olhos viram tudo que aconteceu dentro e nas cercanias dessas fortalezas. As milhares de mãos que fizeram o trabalho duro de construção para durar alguns séculos e todo o sangue derramado para mantê-los por, às vezes, um período de tempo não tão longo, certamente, faz com que se lembre o quanto o valor da vida humana pode ser relativo ao tempo e ao lugar que a pessoa esteve na história humana. Reis importantes foram a guerras. Ainda assim, o que primeiro vemos de alguns deles são as ruínas de seus castelos. Isso faz com que se lembre que nada dura para sempre. Os castelos antigos desempenharam um papel importante na historia e ainda hoje o fazem ao levantarem milhões de dólares com o turismo todo ano, só para dizer algumas palavras sobre eles.

Bem vindo a uma viagem ao tempo dos Castelos Medievais através da construção de uma miniatura de castelo.

 

Primeira parte

Confecção dos protótipos e moldes

 O castelo deste projeto não é uma réplica de nenhum castelo já construído, mas vem da imaginação deste que escreve sobre ele. Alguma pesquisa for feita e ele deve ter tantas características dos castelos medievais quantas forem possíveis. O projeto não tem pretensão de ser preciso e muito científico, em vez disso está aqui para divertir e fazer lembrar do que os castelos foram.

 

A primeira coisa que pensei sobre o castelo foi a muralha. Os grandes tijolos de pedra são as unidades básicas da construção. Obviamente, eu não poderia fazer os tijolos um a um, porque isso tomaria muito tempo. Então, minha unidade básica seria um pedaço de muro. Nos primeiros passos peguei duas tabuinhas nas quais desenhei algumas linhas horizontais para representar a altura dos tijolos. Linhas verticais foram desenhadas para representar a largura dos tijolos.

Foram feitos cortes de cercar de 1,5mm de profundidade nas linhas verticais para representar o espaço da argamassa.

Em uma dessas tabuinhas, a primeira e a última colunas têm meio tijolo, mas na outra todas as colunas têm tijolos inteiros. Elas foram cortas nas linhas horizontais e as fatias foram usadas para compor um aspecto em ziguezague.

O passo seguinte é fazer o molde.

Neste momento eu não pretendo descrever como os moldes de silicone são feitos, uma vez que há muito tutoriais bons na internet dizendo como fazê-los.

Este é um pedaço da muralha vinda direto do molde.

O aspecto final deve ser de uma muralha desgastada. É óbvio que a muralha de um castelo velho não deveria parecer como se tivesse sido construída hoje. Deste modo, mais algum trabalho de desgaste deve ser feito posteriormente.

Na foto abaixo estão os protótipos das partes principais. Estas peças foram feitas do começo, esculpidas em massa plástica automotiva.

 

Parte 2

Juntando as peças

Agora é a hora de juntar as peças. Usei cola instantânea para reduzir o tempo de montagem. Para a base foi usado um pedaço de compensado principalmente para manter os muros alinhados. A espessura do compensado não importa, mas neste caso ela é de 4mm.

Nesta foto podemos ver um pouco do que se parecerá visto de dentro.

 

As duas fotos seguintes mostram o aspecto externo.

 

 

Foi necessário fazer moldes para o portal e a moldura da janela porque havia muitos itens a serem feitos. As fotos são estão abaixo na respectiva ordem.

 

Conseguindo as peças redondas e arredondadas

Fiz apenas um molde plano do murro. Então, conseguir uma peça redonda ou uma arredondada usando massa plástica automotiva não é fácil sem moldes dessas formas ou sem alisar com lixa. Mas, felizmente, há um truque para isso. Uma vez preparada, a massa plástica automotiva tem, durante o tempo de cura, um ponto intermediário que se assemelha à borracha de silicone (não estou certo se isso acontece com todas as marcas) . Então pode-se tirar vantagem disso atando a peça que está sendo feita a algo redondo. usei fita crepe para fazer isso. Deixar até que cure completamente. O que foi explicado pode ser visto na foto abaixo.

 

As torres do canto

Não gostei das torres do canto que fiz anteriormente, pareciam tão pequenas para o castelo. Então, decidi que precisava fazer outras. A diferença pode ser vista nas duas fotos seguintes. A da esquerda com as torres anteriores, a da direita com as torres novas.

 

 

 

Atualização de fotos número 1

 

 

Atualização de fotos número 2

 

Atualização de fotos número 3

 

 

Atualização de fotos número 4

Achei necessário dizer que as cores nas fotos mais recentes não são aquelas que o castelo deve ter quando terminado.

 

Parte 3

Primeira Revisão do Projeto

Aplicação da primeira e segunda camadas de textura. Ainda longe do fim do projeto.

 

 

Este trabalho ainda continua.

 
 

 

Tem muito para ser mostrado aqui sobre este trabalho e será adicionado assim que for possível.
Ivan Gouveia

Pós-graduado em Redes de Computadores pela FACIMED - Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal. Graduado em Tecnologia da Informação pela UNESC - União das Escolas Superiores de Cacoal. Tem CCNA (Cisco) como curso complementar de Redes de Computadores. Profissional da área de Eletrônica e de Programação de Computadores. Programador nas linguagens Delphi e Visual Basic.